noticia#7_2

Centenas em defesa do direito a estudar

(data: 26.11.2015)

A Juventude Comunista Portuguesa saúda os estudantes do Ensino Superior que resistem e lutam pelo seu direito a um Ensino Superior Público, Gratuito, Democrático e de Qualidade, tal qual como inscrito na lei fundamental, na Constituição da República Portuguesa.

No dia 26 de Novembro, estudantes do Porto, Lisboa, Vila Real, Braga, Bragança, Almada, Aveiro, Algarve, Coimbra e Évora, respondendo ao apelo de diversas estruturas e associações estudantis, organizaram acções de denúncia e protesto em torno de problemas como a falta de condições pedagógicas fruto de insuficiências no pessoal docente e não docente, assim como nas infraestruturas e outros materiais; as propinas, taxas e emolumentos; as bolsas de estudo insuficientes e sucessivamente atrasadas; o abandono escolar e os milhares que são obrigados a trabalhar ou a endividar-se para continuar a estudar.

As inúmeras acções e as centenas de estudantes envolvidos de Norte a Sul do país demonstram que os estudantes não aceitam a situação de subfinanciamento das instituições e que o momento político que vivemos no nosso país exige toda a luta, de forma a efectivar uma mudança de políticas, que ponha fim ao caminho de elitização e mercantilização da educação.

Da parte da JCP, reafirmamos que tudo faremos para que as reivindicações dos estudantes sejam ouvidas. Continuaremos comprometidos com a luta dos estudantes e apelamos a que esta se intensifique como forma de garantir, na prática, uma mudança de políticas para o Ensino Superior.

O Secretariado da Direcção Central de Ensino Superior (DCES) da JCP